Saturday, 27 June 2015

Entre o rio kwanza e o Atlântico

Tinha a ideia pré concebida que em Angola não se comia nada de especial. Até medo tinha de usar os talheres, com receio de terem sido lavados com água da torneira. Estava redondamente enganado...a restauração em Angola é dominada por portugueses, pelo que é facilimo encontrar spots para uma refeição digna dos deuses.



Nome: Embondeiros do kwanza
Data da visita: Setembro de 2013
Localização: mesmo na barra do Kwanza. Seguir pela estrada que sai de Luanda pelo sul.
Comentário: este restaurante está inserido num complexo turistico, mesmo na linha de praia a metros da foz do rio Kwanza, e é gerido por portugueses (claro!).Funciona numa logica de buffet de peixes e mariscos onde por 7000 AKZ podem os comensais degustar o que quiserem nas quantidades que quiserem e conseguirem. Em Angola o peixe tem um sabor como nunca senti. Seja a corvina, garoupa ou calafate, os bichos têm uma carne suculenta e branca como nunca vi. Seguimos a sugestão do dono e começamos por umas lagostas com quitetas para depois avançar para os peixes...
7000 AKZ não é nada barato  se pensamos que estamos a dar aproximadamente 60€/pax por uma refeição. Mesmo para valores de Angola a coisa é puxada...mas está na minha memória como uma das refeições mais monumentais que tive.
Esqueçam o vinho em Angola... pedem 3x a 4x o valor do retalho lá, que por sua vez já é 2x a 3x o valor de cá... a não ser que não se importem de pagar 30€ por uma garrafa de Muralhas. Eu fico sempre pela cerveja. Nocal é a minha favorita.
Repeteco? se um dia se proporcionar, sim.

No comments:

Post a Comment