Sunday, 28 June 2015

Foi pena...em Viana do Castelo

Não me posso queixar...90% das vezes acerto. Longe vão os tempos em que a fama de uma casa era feita do boca-a-boca, e os mensageiros eram a malta que andava na estrada como os comerciais. Hoje temos o Google, Tripadvisor e afins em que se uma casa é boa, a comunidade encarrega-se de o anunciar ao mundo. Aprendi que se em centenas de reviews um casa leva 3.5 pontos em 5 possíveis, não vai ser pelos meus lindos olhos que a coisa vai correr melhor.


Nome: Zefa Carqueja
Data da visita: Junho de 2015
Localização: Viana do Castelo, junto ao rio
Comentário: o nome Zefa Carqueja não me era estranho, de conversas passadas com malta amiga do tacho. Por motivo de passagem na cidade minhota, deu-se a oportunidade de conhecer o spot. Antes de mais, o restaurante tem fabrico de pão próprio (inclusivé vende pão ao balcão para fora, na porta ao lado) e estava ótimo...quentinho acadinho de fazer, obrigou a mandar duas embalagens de manteiga abaixo.
Depois começou: o serviço é lento. Não sei se foi azar meu, mas ninguém na sala foi servido em menos de 1h. A escolha foi para o polvo grelhado e para as costelinhas grelhadas. Se nenhum dos pratos estava propriamente mau, também não posso dizer que estivessem ótimos ou que se diferenciassem de outras experiências. A dose de polvo dá para um homem e uma mulher (correndo o risco de ser polémico, mas assumo que a mulher tipicamente come menos que o homem), mas se fossem 2 comensais da pesada a coisa ficaria curta.
Para beber, optei por uma 0.375cl do branco da casa ... alentejano! Opinião pessoal: o vinho da casa deveria ser da região, ainda para mais quando se está no coração do Minho.
A conta ficou a rondar os 17€/pax. Analisando friamente, não posso dizer que foi caro. Mas o novo mediano é o antigo mau...
Repeteco? não vou dizer que me recuso a voltar, mas dada a oferta da região, provavelmente só em ultimo recurso.

2 comments:

  1. Bem.... quem vem a Viana e vai á Zéfa.... não conhece. Era só perguntar!
    O pescador, Maria de Perre, Taberna o Valentim, O Manel, Casa Primavera. Só para começar com os mais conhecidos!

    ReplyDelete
    Replies
    1. boas dicas! Em proxima visita à cidade, irei recuperar este comentário.
      obrigado!

      Delete