Saturday, 27 June 2015

"A" paragem obrigatória para quem faz a A1

Há sitios que existem à tantos anos, que parece que são mais antigos que o próprio tempo. Durante uns tempos deixamos de lhes dar atenção, mas acabam por voltar com força redobrada ... algo apenas ao alcance dos bons. Há inumeras teorias sobre os spots de paragem de quem faz as piscinas Porto-Lisboa pela A1, mas sobre um em particular estamos todos de acordo ... Keep calm, tás a chegar ao arroz de tomate.


Nome: Manjar do Marquês
Data da visita: semana sim, semana não ... ás vezes semana sim, semana sim
Localização: Pombal. 4km desde as portagens do Pombal
Comentário: não vou estar a gastar o tempo do leitor a descrever a casa nem o conceito. Se nunca foi é ir. Uma das grandes vantagens é que nesta casa servem até tarde...não é invulgar estar a jantar ás 23h, e o staff sempre disponível.
O produto principal é o arroz de tomate malandrinho, quase sempre acabadinho de fazer dada a rotação da iguaria. Depois é escolher o acompanhamento. Acabo sempre por optar pelo panado, chamuça e pastel de bacalhau. Em fights passados já fui na posta de bacalhau frita, e não desilude. No que ao vinho diz respeito, opto sempre pelo vinho do mês a copo, que vai variando ao longo das semanas. Tipicamente, marcas para mim desconhecidas mas todas sem exceção boas. Sim, nunca me aconteceu o vinho do mês ser menos bom. O trio de fritos mais a pratada de arroz, nunca deixam espaço para sobremesa, pelo que não vou entrar em detalhes. Café e conta que ainda são mais 150km até casa.
A conta ronda os 11€/12€, ou seja metade do que gastaria nas estações de serviço em algo bastante inferior.
Repeteco? Garantido como o sol nascer de manhã. A partir de 2015, começaram a fechar ás 4ª feiras, pelo deitem um olho ao post sobre o Crispim, em Fátima.

No comments:

Post a Comment