Wednesday, 17 February 2016

Yet another sushi na cidade capital

Voltamos à cidade capital para mais uma vez falamos de sushi. O elevado número de spots de sushi que povoam as nossas cidades são prova mais do que evidente que esta "estranha" (mas saborosa e que se aprende a gostar) forma de praticar gastronomia está a vingar entre nós. Na zona nobre da nossa capital, que é a expo, as opções são bastantes e diversificadas em qualidade, preço e estilo.




Nome: Sushisan
Localização: Lisboa, zona da expo
Data da visita: Janeiro de 2016
Comentário: apesar de serem spots completamente diferentes, tanto pelo estilo, preço e qualidade é-me muito difícil não fazer uma comparação direta entre o Sushisan e o Sushi Time alí a uns metros de distância. Talvez por partilharem a mesma zona, porque há traços comuns na forma de fazer o sushi ou talvez porque em ambos o rodízio é a modalidade mais praticada, a comparação acaba por ser inevitável. A sala do Sushisan é de boas dimensões e as mesas encontram-se dispostas de forma a rentabilizar ao máximo o espaço. Apesar do numero de elevado de lugares sentados, é frequente a capacidade máxima ser atingida e uma espera poderá ser incontornável. Apesar de existir uma carta com pratos diversos de sushi e sashimi a opção foi para o rodízio que ao jantar ronda o valor dos 18€ por pessoa ... o que numa primeira avaliação é um valor baixo, ainda mais quando comparado com os 30€/pax do seu vizinho Sushi Time. Lendo outras reviews deste espaço pela blogosfera, constatei que uma das mais comuns avaliações negativas é o staff, muitas vezes mencionado pela sua pouca atenção ao cliente. Eu, pessoalmente, neste fight não verifiquei isso ... o staff mostrou-se sempre atencioso, disponível e simpático. Como não podia deixar de ser, a escolha foi para o dito rodízio que iniciou com uma sopa miso e um hot roll com molho que me pareceu ser de teriaki. Tanto a sopa como o roll não sendo propriamente o melhor que já comi, estavam saborosos. Findo os pratos de abertura, veio um prato sushi e sashimi de freestyle composto por cerca de 30 peças. Muito generoso portanto. Rolls califórnia, com frutas, gunkans, nigiris e peças de salmão, atum e peixe manteiga contribuiam para criar um prato com bastante diversidade. A frescura do peixe era evidente, estava tudo muito bem confeccionado e cheio de sabor. Nada de negativo a apontar. Depois das 30 peças, apesar de saciado, por uma questão de princípio optei por repetir, desta apenas focado nas peças que mais me conquistaram: gunkans e sashimi de salmão. Uma finalização perfeita!
Coube a uma 0.37cl de JP de Azeitão branco, acompanhar o festim. Sem ser um néctar que deslumbra, este gama de entrada da Bacalhôa, mostrou-se à altura. Os 8€ pedidos pela meia garrafa, são elevados para o vinho em causa, mas já se sabe em rodízios é nas bebidas que os abusos acontecem. Nada de muito chocante, no entanto.
Para fecho do fight, uma conta de 25€/pax, o que faz do Sushisan um campeao da relação preço/qualidade. Um all you can eat,  com esta qualidade por 25€ é um valor realmente baixo, mais ainda quando comparado com o seu vizinho Sushi Time, em que repasto equivalente fica facilmente por mais 10€ a 15€ por pessoa. Reconheço que o Sushi Time estará uns pontos acima, porém por cada 2 visitas lá dá para 3 ao Sushisan ... felizmente, há espaço para ambos os spots, e assim pode o comensal escolher e ir variando.
Repeteco? Sem dúvidas. Mandatoriamente, serei obrigado a repartir-me entre o Sushisan e o Sushi Time, porém o Sushishan receberá minha visita amiúde.
Sushisan Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

2 comments:

  1. Também já pude experimentar e gostei bastante, para o preço que é! Tens mesmo de ir ao Kodachi, na margem sul!

    segui-te *
    http://thebrunettetofu.blogspot.pt/2016/11/emporio-sabores-kodachi-sushi-moita.html

    ReplyDelete
    Replies
    1. É isso. O sushi e bom,e se considerarmos o preço então... obrigado pela dica do Kodachi. Irei experimentar um dia.

      Delete