Monday, 3 April 2017

Petiscos & Petiscos, Tomo II

Depois de uma semi-longa paragem nas narrativas deste vosso contador de histórias de tacho e petiscos, eis que regresso com uma estória passada em mui nobre buraquinho, em plena baixa da nação azul e branca...





Nome: O Buraquinho
Data da visita: Janeiro de 2016
Localização: Praça dos Poveiros, Baixa do Porto
Comentário: em zona densamente provida de tascas e tasquinhas, o fight inicia-se com uma descida,  a uma casa já com uns anitos de vida, mas há semelhança de outras na Invicta, soube reinventar-se para dar resposta à nova movida que a capital do norte tem conhecido. Quando há pouco mencionei que a visita começa com uma descida, é no sentido literal das palavras ... a sala de pasto com não mais que umas dezenas de metros quadrados, é no piso -1 do edifício, sem qualquer ponta de luz natural ... começamos a perceber o porquê de se chamar "buraquinho". Se é claustofófico, aguente mais um pouco, que o palhete da casa vai ajudar a relaxar e descontrair.
Como disse, o espaço não é imenso e as mesas não são em grande numero, apesar de o balcão ser também um ponto de poiso, para quem não pretende ficar e demorar. A clientela é uma ilustração do típico clash entre mundos que observamos neste tipo de casas: do verdadeiro tripeiro morador na zona, ao turista de smartphone com a página do tripAdvisor aberta ...
No Buraquinho é possivel comer uma refeição completa mas é nos petiscos que casa ganhou fama, sendo o prato bandeira da casa o "combinado"! Há em 3 tamanhos do pequeno ao grande, com o médio a intervalar. Neste fight específico, fomos num médio que consiste num prato de dimensões equivalentes a um de sobremesa repleto das mais variadas carnes de porco, do rojão, orelheira, bucho, tripa, morcela ... you name it! É como se comessemos um cozido bastante rico mas sem a batata e os legumes. Dinamite puro! Carnes boas e suculentas cheias de sabor. Para acompanhar, um vinho da casa, uma especie de palhete servido bem fresco, muito semelhante ao espadal, mas com origens no Douro, ali para os lados de Foz Côa se não me engano. Um broa de milho fresca, faz o resto das delicías.
Ainda não foi desta, mas está apalavrado a mim mesmo umas papas de sarrabulho para aconchego em fight futuro.
O preço final vai naturalmente variar com o que comer e beber, mas neste caso um combinado médio (5,50€) com uma jarro de litro da pomada ficou na casa dos 8€/pax. O combinado grande é servido num prato ladeiro, pelo preço de 10€ e dá perfeitamente para pestisco a 3 comensais, ou 4 se forem mais comedidos. É justo! Vale bem o preço.
Repeteco? Acabei acima de dizer que sim! Saida pela baixa, é frequentemente sinónimo de paragem no Buraquinho.


Para consultar horários, contactos e mais informações sobre o Buraquinho consultar a Mygon

Aproveite para seguir o Lambetacho no Bloglovin    Follow

O Buraquinho Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

2 comments:

  1. A repetir sem dúvida, e o sotaque dos clientes..... a verdadeira invicta:)

    ReplyDelete
    Replies
    1. sem duvida. e na proxima é para fechar com umas papas de sarrabulho...não é para meninos!!

      Delete